CINEMA

image1

CINEMATECA BRASILEIRA

Órgão vinculado à Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, a Cinemateca Brasileira foi criada em 1946. Maior acervo audiovisual da América do Sul, é responsável pela preservação da produção audiovisual brasileira, além de documentação não fílmica da área, do acesso e da difusão deste acervo. Abriga 240 mil rolos de filme – cerca de 42 mil títulos – de obras de ficção, documentários, cinejornais, filmes publicitários e registros familiares produzidos desde 1913. O acervo não fílmico começou a ser constituído também em 1946 e reúne mais de um milhão de documentos.

image1

CRISTINA AMARAL

Montadora e produtora graduada em Cinema pela USP. Parceira na vida e no cinema de Carlos Reichenbach e Andrea Tonacci (de quem foi companheira), Cristina tem uma longa trajetória como montadora de obras importantes do cinema brasileiro. Entre os vários filmes que assinou a montagem estão “Alma Corsária”, “Garotas do ABC”, “Serras da Desordem”, “O homem que não dormia”, “Já visto, Jamais Visto” e “Abaixo a Gravidade”. Premiada em vários festivais, foi uma das homenageadas na edição de 2017 da Mostra de Cinema de Ouro Preto.

image1

FESTIVAL DE CINEMA LATINO-AMERICANO

Criado em 2006, o festival é o mais importante evento brasileiro dedicado exclusivamente à cinematografia da América Latina. Realizado anualmente pelo Memorial da América Latina e pela Associação do Audiovisual, contando com correalização do Sesc São Paulo e da Spcine, o festival ocupa diversos espaços culturais da cidade de São Paulo e promove exibições com obras inéditas, homenagens e programas especiais, além de seminários, encontros e debates. Sua abrangência é destacável, chegando a programar produções de até 18 países da região em uma mesma edição.

image1

LAÍS BODANZKY

Diretora de cinema e teatro, dirigiu seu primeiro filme de longa-metragem em 2000: o aclamado “Bicho de Sete Cabeças”, que participou da Seleção Oficial de Toronto e vencedor de Melhor Filme em Biarritz, entre outros 46 prêmios nacionais e internacionais. Daí em diante sua filmografia rendeu mais uma série de prêmios em festivais como Tous Écrans Genève, FICI Madrid, Festival de Cinema Brasileiro de Paris e Festival de Gramado. Dirigiu ainda documentários, dois episódios da segunda temporada da série “Psi” e videoclipes para Arnaldo Antunes.

image1

MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA AMBIENTAL

Festival anual caracterizado por fomentar discussões sobre os assuntos mais urgentes da atualidade. Promove exibições gratuitas em salas de cinema, aparelhos culturais, espaços públicos e instituições de ensino. Realiza debates sobre os temas socioambientais abordados pelos filmes, como consumo, cidades, mudanças climáticas, economia e trabalho. Desde sua primeira edição, em 2012, a Mostra Ecofalante e as atividades educativas da ONG já atingiram diretamente mais de 190 mil pessoas. Foram exibidos 424 filmes, de todos os continentes, em 26 cidades paulistas.

Votações encerradas!