Portal do Governo do Estado de São Paulo

TROFÉU

trofeu

“O pensamento que deu origem ao troféu para o Prêmio Governador do Estado para a Cultura 2015 foi o de seu significado enquanto objeto. Imaginei algo que fosse tátil e que, portanto, pudesse ser carregado facilmente. Veio a ideia da marca da mão que supostamente o carrega. A mão é o que transforma o objeto em algo significante: uma ponte entre o meu trabalho – ou a minha mão – e a mão do premiado que o carregará. Depois de várias tentativas, cheguei a uma forma razoavelmente confortável para qualquer mão. Assim, um sentido mais universal se fez presente, o que me agradou de imediato. O resultado é uma peça que foi feita basicamente para ser manuseada. E cujo sentido não está nela isoladamente, mas na mão de quem a carrega”

PAULO MONTEIRO

O artista Paulo Monteiro nasceu em São Paulo, onde vive e trabalha. De 1983 a 1985 fez parte do grupo Casa 7. Ainda nos anos 1980, participou da mostra Modernidade no Museu de Arte da Cidade de Paris. Participou da 22ª Bienal de São Paulo, foi contemplado pela Bolsa Vitae de artes (1997) e participou da mostra Brasil 500 anos na Fundação Bienal de São Paulo e na Fundação Calouste Gulbenkian de Lisboa (2000). Em 2008 a Pinacoteca do Estado de São Paulo dedicou uma mostra retrospectiva do seu trabalho na Estação Pinacoteca. Em 2014 o Museu de Arte Moderna de Nova York adquiriu 12 trabalhos do artista, entre pinturas desenhos esculturas e objetos de parede. Desde então vem participando de diversas mostras importantes no Brasil e no exterior. Em 2015 lançou o livro O interior da distância, abordando sua produção recente.